Hackers ativam sirenes de emergência em Dallas por mais de 1 hora
6 de Maio de 2017
Sequestro em SC solicita resgate em moeda virtual
13 de Maio de 2017

Não é novidade que todos os dias estão sendo comentados as revelações feitas pela Operação Lava-jato, mas uma dessas novidades chamou muito a atenção, foi revelado que os investigados da Operação Lava-jato faziam uso de criptografia para proteger a comunicação. Nessa investigação eles demonstraram que no ano de 2007 o ex-governador do RJ Sérgio Cabral (PMDB) e outros envolvidos nos esquemas, na época do famoso MSN, eles usavam um outro programa alternativo chamado Pidgin, mas este era usado com um plugin de um protocolo chamado OTR (Off-the-Record Messaging), este plugin tem a função de criptografas as mensagens que são trocadas entre os usuários dentro desse programa Pidgin, essa investigação encontrou esses políticos envolvidos nessas investigações de corrupção usando essa ferramenta como forma de esconder a comunicação de dentro do grupo, chegaram também a usar um programa chamado steganossafe, usado para cifrar conteúdo de pendrives que era trocados entre pelo grupo.

Fontes:
https://tecnoblog.net/211475/lava-jato-operacao-eficiencia-criptografia/

Os comentários estão encerrados.